30.3.07

Cena carioca

7h30m, fila do supermercado. Uma mulher aparentando entre 60 e 70 anos pede que eu lhe ceda o lugar, pois está atrasada para a aula e só vai levar peixes. Concordo e ela, imediatamente, pede a frente para uma outra senhora, mais jovem, porém, enquanto negra e gorda, de idade absolutamente indefinida, que nega a passagem, já que tem poucas compras. A pidona faz um discurso enfezado contra a má vontade alheia. Eu, que bem antes já havia travado aquele papo básico de fila (comparação de preços e atendimento entre os supermercados concorrentes) com minha antecessora na fila, ofereço-lhe carona, já que ela vai para bem perto de minha casa. Quando a pidona vai embora, a moça do caixa também dá opinião em quem fura a fila.
No carro, minha caroneira, que trabalha há 26 anos na mesma "casa de família" conta, depois que analisamos preços e marcas de sabão em pó, que vai todos os fins de semana em Macaé, para onde a filha, o genro e a netinha se mudaram. Entabulamos uma animada discussão sobre os absurdos preços das passagens de ônibus intermunicipais e chegamos a nossos destinos.
Adoro dar carona para senhoras desconhecidas. Isso desde que ia levar minha mãe à Missa e meu carro era sempre confundido com um táxi por aquelas velhinhas perfumadas e arrumadas de Ipanema, na porta da Nossa Senhora da Paz. Acabava deixando todo mundo em casa e conhecendo mais o gênero humano.
Mas só dou carona a desconhecido que não a pede. Detesto gente pidona.

5 comentários:

Jôka P. disse...

Olga, como você consegue estar no Supermercado as 7:30 da manhã, garota ?! Que urgência é essa ???
Vou às Sendas Arcoverde, depois da academia, as 11:30, ou mais tarde...
Lá também tem umas velhinhas pidonas.

Olga disse...

É um excelente horário, só tem velhinho. E há 18 anos, desde que virei mãe, durmo algo em torno de seis horas por noite... às 6h estou de pé e vou direto até meia-noite e meia.

Jorge Antonio Barros disse...

Ótimo texto, Olga. Mas, vem cá, me diz aí quem gosta de gente pidona? Só Deus e mesmo assim dependendo do que lhe pedem.
abs
de
Jorge Antonio Barros

Olga disse...

Jorge, que bom ter sua visita!!!!
volte sempre!!!
bj

Kristal disse...

Sou pidona com os meus ex-maridos.