24.11.05

Pescoção


Às 10 pra meia-noite de uma quinta-feira, véspera do aniversário de minha Júlia, só me resta repetir frase proferida uma madrugada, anos atrás, dentro de uma redação:
"E eu pensava que mulher decente não trabalhasse neste horário..."

3 comentários:

Sonia disse...

Meus parabéns à Júlia, Olga. Trabalhar ás cinco da matina? Quem mandou ser jornalista? (rs)

SilkSatin disse...

hahahahahaha... sabe que eu disse uma coisa parecida no meu tempo de produtora grafica, quando eu varava as noites em bureaus de pre impressao, ou pior ainda, de bendito fruto entre os peóes numa gráfica da vida (uns dez anos atras mulher so trabalhava em grafica na sessao de acabamento, e no turno do dia), esperando sair prova pra eu aprovar...

Anônimo disse...

Gente, não estou conseguindo entrar no blog para postar. Acho que este Blogger tá com tilt, pois minha página desconfigurou-se... Ai, odeio tecnologia que não dá certo. E isso que cheguei do jornal às 10h, estou com dor de ouvido e coberta de poeira.
Obrigada pelos parabéns à Júlia, Sonia. Hoje não teve festa.
Cintia, trabalhar de madrugada é um horror!!!