16.12.05

Espírito natalino


Será que alguém vai perceber que isso é uma guirlanda natalina? Meu espírito de Natal (ou seja, espírito comercial inventado pelo capitalismo e cristalizado pelo cinema americano) está em baixa este ano. A casa em obras intermináveis não permite a montagem da árvore e de toda a papagaiada que eu costumo pendurar por tudo quanto é canto. Só recebo cartões virtuais de boas festas, meu bom humor já era, a pressão subiu e o calor promete.
Alguém botou uma rena de pelúcia na minha escrivaninha, não vou participar de nenhum amigo oculto, sinto enjôo e dor-de-cabeça por causa das tintas e lá vem minha paranóia de fim de ano:
1. Preciso enfrentar um shopping para trocar um livro.
2. Preciso ir ao banco, com o maior cuidado pra não ser assaltada na saidinha de banco.
3. O trânsito vai piorar
4. Meu carro pifou, mas este inferno astral atrasado que tem me assolado nos últimos meses um dia passa
5. A poeira que cobre animais, plantas, móveis e seres humanos desta casa um dia há de se acabar também
6. Vai ser um inferno viajar no Natal
7. Vai ser um inferno circular pelo Rio no Réveillon
8. Escaparei novamente das listinhas do carteiro, lixeiro e entregador de jornais (não tenho mais assinatura, é muita cara dura querer que eu dê gorgeta, não?)
9. Uma mísera rabanada tem 300 calorias, adoro bacalhau com farofa e não posso comer nada porque entrei realmente em dieta para redução de peso.
10. Depois do movimento de fim de ano, vem o verão, as férias, e o show dos Stones, pra me deixar paranóica antes do tempo.
11. Envelheci mesmo.

Um comentário:

Marilia Mota disse...

Realmente, é mto sofrimento, e tudo junto. Rabanada tem 300 calorias???Isso não é justo. E o calor, e obra em casa, você está coberta de razão. Deixa passar a fase e você vai ficar menina de novo. Bjs, gostei mto de sua visitinha.