15.6.06

Momento mulherzinha

Depois de tanta foto de futebol, só a quintessência do ser mulherzinha: uma noiva!!
E aqui estou eu, recortada por Júlia, com minha fantasia de noiva, quase vinte anos atrás.
Não que eu fosse uma noiva dessas de carteirinha. O vestido era cópia de um modelo apropriado para madrinhas. Só decidi o feitio um mês antes do casamento e provei-o apenas uns dois dias antes da cerimônia.
Eu só queria um modelo dos anos 20 e acabei assim, com um colar de pérolas até os pés. Provavelmente era minha frustração por nunca haver saído de melindrosa no Carnaval. Acabei forjando um vestido vintage - palavra que ainda não havia entrado no jargão das ruas. Então, fiz um vestido de pontas, com um blusão de renda, que saiu mais barato do que meu ... sapato!!
Encontrei este site sensacional sobre moda e roupas vintage - linkado acima. E achei um modelo muito semelhante ao do meu vestido, com o detalhe de haver sido desenhado sessenta anos antes.
Só queria me casar outra vez com pompa e circunstância pra sair de melindrosa por aí. Porque de Scarlett O' Hara estilizada, como se usa hoje em dia, precisaria voltar aos 25 anos, claro!
Ah, importantíssimo: voltei a envergar o vestido de casamento em duas ou três ocasiões posteriores. Lendo Edith Wharton, descobri que isso era um costume da elite novaiorquina vitoriana. Para eu ser aristocrata só me falta a estirpe mesmo!

4 comentários:

Juliana Aquino disse...

Que linda foto! ;O)
Momento mulherzinha que vale a pena!
Beijocas e ótimo fds!

Jôka P. disse...

Você estava muito feliz e bonita nessa foto de noiva !
:)
Bjs!
Jôka P.

Jôka P. disse...

De fato, na "Era da Inocência" as jovens society da elite novaioirquina costumavam usar os vestidos de noiva em festas, em grandes recepções, posteriormente à festa do casamento.

Olga disse...

Ah, a beleza dos 26 anos...
Eu cheguei a usar o vestido - só a parte de baixo, com um blazer - no casamento de uma grande amiga. Era à noite, fazia frio e dava pra ficar de casaco para não parecer outra noiva.
19 anos depois, estamos ambas divorciadas e os ex-maridos recasados. Ainda bem que todos felizes - nós, eles e os filhotes.