2.7.06


A capa do caderno de Esportes do Globo ficou lindinha.
Agora, convenhamos: o que pensar de um time que se inspira com a música "Epitáfio", dos Titãs?
É verdade que Roberto Carlos acreditou que o acaso fosse protegê-lo, enquanto ele estava distraído e o Henry marcou o gol.
É verdade que todos deveriam ter "complicado menos".
No resto, seguiram bem o que a música aconselha: trabalharam menos, não se preocuparam com problemas pequenos, como correr atrás de uma bola e marcar gols.
Acaso não protege ninguém. Competência e determinação, sim.
E lógico que não dá para evitar o trocadilho ruim: no dia em que o futebol combate o racismo, faltou raça à Seleção.

2 comentários:

Jôka P. disse...

Gostei muito dessa capa.
E acho que já era tempo de acabar esse bem-bom de parar tudo por causa de Copa do Mundo.
Agora quero ver se os brasileiros vão ser tão patriotas em outras coisas, como saúde, cultura, política, educação e respeito aos direitos humanos, já que o nosso futebol se revelou uma porcaria incontestável.
Acabou a palhaçada.
Bjs!
:)

Juliana Aquino disse...

Tbm adorei a capa e o trocadilho!
Beijocas da torcedora mais calminha...