7.11.06

Nota de Falecimento

Morreu Paul Mauriat, bandleader da minha infância, que fazia tanto sucesso quanto Ray Conniff. Não tinha o prestígio de Henry Mancini ou Nino Rota, nem acompanhava Frank Sinatra, como Nelson Riddle.
Nesta era de som eletrônico, é estranho lembrar que houve um tempo em que ser músico, mesmo que de orquestras que animavam bailes, era algo mais trabalhado.
Paul Mauriat, Herp Albert (desse eu gostava, com os Tijuana Brass), Ray Conniff tocando "Besame Mucho" foram os reis da música de elevador. Tranqüila e distante. Como minha infância.

4 comentários:

Jôka P. disse...

NÃÃÃÃOOO !!!!
:(

Jôka P. disse...

E Burt Bacharat ?
Também já morreu ?
Era meu favorito.

OMM disse...

Bacharat is safe and sound. Continua aparecendo nos American Idol da vida. No último foi ele e a Dionne Warwick, que ainda tem um vozeirão.

ipaco disse...

Putz!