13.9.07

Zuzak e eu

Enquanto muita gente se mata em expectativas por um autógrafo e um dedo de prosa com Markus Zuzak, o autor do best-seller "A Menina que roubava livros", eu, que não sou chique, mas bem relacionada, acabei passando quase duas horas com ele, viajando do Riocentro a Botafogo. Markus, um rapaz educado que mostra a foto de sua linda filhinha Nikita, até tentou conversar apesar da visível exaustão.
Lá na ZOeste, eu tive a felicidade de me encontrar com a assessora de imprensa da Intrínseca, Juliana, no momento em que ela e Zuzak vinham para o Rio de Janeiro. Fiz a viagem ao lado do escritor, a quem aconselhei: "Take a nap".
Afinal, o pobre enfrentara 27 horas do vôo Sidney-Rio, com escalas em Auckland, Santiago e São Paulo. No Rio, começou conhecendo... Bangu, onde fez doação de livros a uma ONG. Depois, acho que foi para a Bienal. Aí, hoje, deu entrevista de manhãzinha à TV Globo no Jardim Botânico, partiu pro Riocentro e capotou no caminho de Botafogo.
Luciana Gimenez que se cuide. Já posso dizer que um escritor famoso dormiu comigo.

7 comentários:

Jôka P. disse...

Olga, você é superPOP !

Olga disse...

Jôka, quando eu estiver mostrando meu banheiro pra CAras, juro que vou chamá-lo. E, lógico, vc será um dos primeiros convidados de meu programa de entrevistas cult na Rede TV.
Porque eu só faço programa na Record, na Band ou na Rede TV, concorrendo com Galisteu e Amaury Júnior, tá?

Sonia disse...

Promete que me entrevista no seu programa? Vai ter um divã pros convidados? Ou vai ser tipo banquinho?
Não fui à Bienal, ainda. Talvez nem vá. É longe demais, tem gente demais, barulho demais. E livro demais - no meio de tanto livro eu não consigo prestar atenção em nenhum. Só vou se você me aranjar um jeito de viajar ao lado de um autor famoso, para eu ter assunto pro meu blog.

Olga disse...

Tão vendo como a Bienal foi útil?
Sonia, vc poderá participar muito do meu programa, que não terá banquinhos nem divã, mas um imenso fouton, onde os convidados se recostarão, fingindo imensa naturalidade em conversar naquela posição em que barrigas ficam protuberantes, papadas surgem...
Eu, claro, estarei em uma poltrona super-confortável, dominando o espaço.

Kristal disse...

Já dormi com Arnaldo Jabor, mas isso foi há mil anos atrás.

lucas disse...

que honra ter "dormido" com o Zuzak né hahah. adorei esse livro. fiquei com vontade de ler os outros..

Olga disse...

Povo, não estou respondendo a vcs porque passo por um dos mais difíceis períodos de minha vida, com uma virose atordoante, que não sai desse corpo a qual ela não pertence!!!
beijo