3.11.07

Há 28 anos



... assisti a "Menino do Rio" no Roxy. Era ruim, muito ruim. Passadas quase três décadas para reviver tal experiência, comprovo: é ruim, muito ruim, tão ruim que chega a ser bom de rever.

"Menino do Rio" tem erros técnicos, erros de continuidade, de produção, de câmera, de tudo o que é possível, além de contar com um desastroso elenco, tirando Rogério Fróes, Jacqueline Laurence e Adriano Reis. Evandro Mesquita melhorou muito como intérprete, mas a voz continua a mesma. Os cabelos, quanta diferença. André di Biasi era lindo - e péssimo. O elenco jovem era pior que o de "Malhação".

E tem a melô do incesto "Garota Dourada/quero ser teu irmão, eu sou teu irmão-namorado". Acho que Caetano não permitiu o uso de sua canção no desastre que é o filme. Ruim de doer. Sem costura, sem direção. Com cenas constrangedoras, como a do banho de cachoeira e passeios pela mata com o casal de protagonistas sem roupas, usando grinaldas de flores nos cabelos, numa releitura do Jardim do Éden ou da Lagoa Azul. Algo que sequer consegue ser besteirol. Como os anos 80.

5 comentários:

Jôka P. disse...

Aquela moça era a Claudia Magno, que morreu né ?

Jôka P. disse...

Há 28 eu tinha 20 anos.
:)

Olga disse...

Nossa, Jôka, que menino...

Olga disse...

Era a Cláudia Magno, sim, morreu jovem. Muito bonita, mas fraquinha como atriz. Depois chegou até a ser premiada por um filme, no Festival de Brasília, creio.

Juliana Aquino disse...

Nossa, confesso que só vi pedaços e destes pedaços já achava péssimo! Agora com o seu post vejo que é pior ainda!! hahaha
Beijosss