21.2.09

Evoé, Momo!

Anarquista, sempre curvei-me em reverência a um reinado de confetes e serpentinas


Aos 3 anos, fui bailarina!



Aos 9, uma fantasia do que seria o psicodelismo de uma menina bem-comportada.



Aos 47, o arranjo no bloco de sujos é algo que chamei "Nem sou Frida, nem me Calo", porque o melhor da fantasia é o título que ela encerra.



Aos 48, ainda desenho meus trajes...

2 comentários:

tertulías disse...

Amei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

FreakShowBusiness disse...

Que linda!