29.4.11

It's showtime, folks!

Como qualquer mortal, acordei cedo para acompanhar o show daquela família parasitária, feiosa e cheia de desdém pela plebe rude, mas que, vez por outra, providencia uma apresentação pública que os garanta na vida mansa - e chata - que levam. Sem grandes explosões de alegria, cumprindo horário britânico, uma cerimônia convenientemente curta e muita gente usando roupas e chapéus estranhíssimos.



Como o melhor de cerimônia de casamento é reparar nas roupas dos convidados, a gente começa de trás pra frente, com o beijinho protocolar dos noivos.


A irmã da noiva, que inovou vestindo branco - num modelito simplesinho e que será copiado agora por todas as madrinhas em casamentos. Mas parecia vestidinho de noiva também. Função da moça: carregar cauda da irmã - e, segundo os especialistas que pontificavam na TV, por isso usou branco, para se "confundir" com o vestido.

A noiva fez a própria maquiagem. Se usasse um profissional, quem sabe, pareceria menos enrugadinha?
A mulher do vice-primeiro-ministro tem um sobrenome espanhol e caprichou no modelito de dançarina de flamenco estilizada.


Charles, o príncipe herdeiro, paramentadíssimo, e a mulher, a polêmica Camilla Parker-Bowles, de casaquinho evasê.
As Mums - a da noiva, a Rainha Elizabeth e Camilla. O que a Rainha carrega naquela bolsinha?
Os príncipes William e Harry, envergando os uniformes murais de medalhinhas.
A mulher do premier britânico, que rompeu com o protocolo e foi sem chapéu.

O espetacular chapéu grafite de Zara Phillips, neta da rainha, inspiração para Lady Gaga.



A moça bonita que não identifiquei.
As daminhas e os pagens, tudo com sobrenomes aristrocratas.
Pra ver que a aristocracia também pode ter um jeitinho de povão: a princesa do Liechtenstein podia ser bem convidada para um casamentinho de um subúrbio brasileiro.

A festa dos chapéus.
A rainha Sofia, da Espanha, com o filho e a nora.

Novamente, a moça bonita e Lady Zara.

Outras convidadas, de um azul profundo e lilás rosáceo.

O alegre David Beckham e sua sempre emburrada mulher.

Acabei de descobrir que a Rainha da Dinamarca, Beatrice, já havia usado o chapeuzinho azul no batizado de seus netos!!!! A nobreza anda pobrinha, né? Na foto ao lado, a mulher do filho mais moço da Rainha da Inglaterra, acho que é Sophie.

Camilla, em detalhe. O chapéu da Rainha é igualzinho ao meu bolo de aniversário de 17 anos, sobre o qual joguei rosas amarelas.
A popozuda princesa sueca. Não fosse filha de brasileira...
A princesa Anne. Um jardim violáceo.

Indiscutivelmente, a mais pavorosa dupla de todo o show. As irmãs Beatrice e Eugenie conseguiram a unanimidade em termos de trajes típicos de casamento inglês. Não foram poucos os que as associaram às irmãs más de Cinderella.


O príncipe Albert, do Mônaco, e a noiva.


Novamente, a sra vice-premier.
Elton John e David Furnish, porque a realeza é pop.
A noiva, o pai e a segura-cauda.
Sem tanta badalação, com um véu bem mais ousado do que o da noiva do neto, Elizabeth e o príncipe Phillip, no milênio passado.

A mais linda das princesas, com o modelito que inspirou o vestido de Kate.

Um momento menos solene de Grace Kelly e Rainier do Mônaco.
Elizabeth, com um vestidinho cheio de bordadinhos e um buquê exuberante.

2 comentários:

Danielle disse...

Adorei o post! Já posso escolher daqui que trajes eu nunca vou usar...
Peguei emprestado o seu gatinho pra colocar no meu blog.

Bjs
Danielle
www.ofilmequeviontem.blogspot.com

Milena Magalhães disse...

Eu que não vi nada do "casamento real", sabia que só aqui encontraria os modelitos mais lindos e mais bizarros! Adoro os seus comentários, Olga!

Um beijo grande.