11.7.11

Casa de Cinema - You've Got Mail









Estas foram as únicas imagens que encontrei num blog que adora casinhas de cinema fofinhas e lindinhas para o filme Mensagem para você/You've Got Mail, de Norah Ephron, uma adaptação da Pequena Loja da Esquina, uma produção de 1940, de Ernest Lubitisch, com James Stewart e Margaret Sulavan . Houve uma versão musical da história, baseada em peça do húngaro Miklós Lazlo, com Judy Garland e Van Johnson, In the Good Old Summertime, de 1949. Gostei das três adaptações, tendendo a preferir a primeira, mas a única decoração que me chamou a atenção foi a do apartamento de Meg Ryan na mais recente. Ah, e também achei interessante que a troca de mensagens ainda seja possível - ou talvez até mais crível - hoje em dia, com a Internet.
O conjugadão novaiorquino de Meg Ryan é uma graça, com uma simpática estante que faz esquina em dois cômodos não divididos, cozinha pequenina. Não dá pra ver o banheiro. Na entrada, um imenso vitral. Interessante é perceber o quanto os móveis mudam de lugar - algo comum dentro de uma casa ou erro de continuista mesmo.
O material aqui exposto está no blog hookedonhouses.net, que tem outras casas de filmes. A baixa qualidade das fotos deve-se, provavelmente, a elas terem sido retiradas diretamente da película e não de stills das filmagens.

2 comentários:

Milena Magalhães disse...

Olga, que lindeza seu convite! Obrigada mesmo. é por isso que tenho certeza de que fazemos amigos na net! No meu caso, poucos, mas amigos. E de fato meu plano inicial era ir ao Rio, mas estou viajando com minha irmã e ela não quis ir. Então, estou aqui nesta gélida são paulo. Quando eu for aí, não esquecerei de seu convite.

E Olga, como você consegue ser jornalista - e tão boa??? Eu não consegui escrever um único dia na FLIP sobre a FLIP. Eu planejava fazer textos das minhas impressões, mas qual o quê - não cheguei nem perto de computador.

Um abraço grande.

Olga disse...

Imagina, Milena, eu sou uma grafomaníaca. Escrevo sempre. É cacoete pessoal e profissional. E, quando a gente sai pra trabalhar, tem que escrever mesmo, né?
Volte pra cá!!!
beijo imenso!