4.3.06

Intragáveis

Coisa nojenta é política mesmo. Não sou tucana, não ligo pra Serra, Fernando Henrique, Aécio Neves e cia, mas me deu até pena do Alckmin quando os três primeiros jantaram acintosamente juntos num restaurante chique de São Paulo. Anúncio público de que o Serra seria o candidato do PSDB só pra humilhar o outro.
Qual é a diferença em trocar um sorvete de chuchu diet por um copo de vitamina de giló com Nescafé gelado? Um é sem-graça o outro tem cara de remédio contra ressaca de abstêmio.

(Nescafé gelado puro é infalível contra ressaca de bebum de sábado à noite. Eu tomava essa gororoba no século passado e, depois de um período desejando uma morte rápida, estava inteira. Sem qualquer vestígio de álcool no estômago e na corrente sangüínea, claro!).

2 comentários:

Marilia Mota disse...

É! Haja estômago. Agora, imagina ser um deles. Tem como ser político e ser minimamente decente? Acho que não. Não tem mesmo. Nem secretário de prefeitura fica isento, estou chegando a essa conclusão.

Olga disse...

Acho detestáveis as manobras, a forma como cada um tenta mostrar-se mais maquiavélico que o outro. E no fim, não é apenas um jogo de vaidades, mas uma maneira de enriquecer. O poder inebria tanto quanto qualquer droga.