13.7.08

Enevoada


Questão importantíssima a motivar reflexão numa tarde de domingo linda em que permaneço ilhada, com gripe e muito trabalho a botar em dia: por que a mulherada acha o mal ajambrado, ranzinza e sem caráter Gregory House charmoso? A pergunta está num blog sobre séries de TV. Tem gente achando até o Hugh Laurie bonito - de bonito, na boa, ele só tem os olhos. Minha opinião: não é o ator que tem charme, é o personagem. E aí está exatamente a força do ator, que faz o bad boy brilhante dar certo.
Eu adoro uma série de TV, enquanto acho chatíssimo novela. Mas hoje só assisto, praticamente, a House. Tem também umas engraçadas, "The New Adventures of Old Christine", "Everybody Hates Chris", "Samatha Who?" e "Two and a Half Men". Tudo com título em inglês para nos colonizarmos rapidamente e aprendermos um pouquinho mais do latim desses novos tempos. Além dessas, havia "Desperate Housewives", que vejo bissextamente. Aguardo o retorno de "Os Tudor", o dramalhão inglês, cheio de atores bons e homens bonitos por todos os lados. Não tenho mais paciência com o besteirol de "Lost", nem com a xaropada de "Grey's Anatomy". Botaram como protagonista uma mulher muito sem graça e deram o papel de grande sedutor a um atorzinho sem o menor charme provavelmente para evitar o processo que o estúdio ia levar, já que outro ator demonstrara sua homofobia em relação ao primeiro. Então, prefiro me voltar a um bom livro, do que ficar vendo aquela bobagem.
Mas, no fundo, no fundo, eu não gosto mesmo é de seriados longos, que se arrastam como telenovelas. Nem de acompanhar a prisão do Daniel Dantas e suas posteriores libertações, que só enrolam, enrolam e deprimem a Nação, com tantos personagens pífios.

5 comentários:

Miguel Andrade disse...

Olga, "Everybody Hates Chris" passa na TV aberta com... Todo Mundo Odeia o Cris! Os mesmos 15 episódios em loop!!!!!!!!!!

Será que o vírus da minha gripe vc pegou via blog? Aqui já passou! Melhoras!

Tina disse...

Oi Olga!

Eu sou fanzoca do Dr. House - e de todos os seriados/enlatados médicos.

Pena que eles reprisem tanto, que demorem tanto a colocar no ar as novas temporadas.

beijos e boa semana,

Olga disse...

Miguel e Tina, a gente paga uma nota pra TV a cabo pensando que terá uma programação menos jogada em cima do espectador, mas é quase igual ao que a aberta oferece. Tem anúncio que não acaba, mesmo que sejam apenas sobre a própria emissora, que abre intervalos imensos na tentativa de atrair anunciantes. A vantagem? talvez seja o de ouvirmos no idioma original.
bj

Jôka P. disse...

"The New Adventures of Old Christine", "Nip/Tuck", "Desperate Housewives" e a minha favorita "Uggly Betty".
Das comédias brasileiras não perco "Toma Lá da cá".

Olga disse...

Eu também gosto muito do "Toma Lá, dá cá", que chamo sempre de "Sai De Baixo", Jôka. Força do hábito.