19.2.11

Eu queria mesmo era ser artista plástica, sabem?
Comunicar-me pelo traço, pela cor, pela arrumação de objetos.
Como minha aptidão pelo desenho é extremamente limitada, para não dizer ingênua, tenho que me contentar em admirar quem consegue se expressar pela criação ou reprodução das sensações.
Por isso, gosto tanto de fotos, pinturas, penduricalhos para casa, impressões sobre sóis levantes ou poentes, pontilhados que se transformam em figuras, pingos que chovem dores e angústias sobre telas.
A Web abre diversos "cadernos" de adolescentes. Descobri o Tumblr. com minha filha - que faz lá suas colagens com aquela doçura dos jovens.
Mas eu também quero editar imagens de outros, que tocam minha alma vez por outra.
E criei o "Anotações Cariocas", que vai ter link junto a outras pegadas. Sou uma andarilha da Web.

Um comentário:

Rosane disse...

Olguita,
uma dica para suas aventuras online:

StumbleUpon.com

Defina seus temas preferidos e saia pela Web visitando um mundo que você jamais imaginou existir.

Ou melhor, um mundo que as paredes do Facebook, do Orkut e do Twitter, não lhe permitem ver.

Beijos, saudadonas!