23.9.06

No escurinho do cinema


O que é uma vilã? É o que atualmente Meryl Streep faz em "O Diabo Veste Prada", é o que Glenn Close fez em "Ligações Perigosas", é Bette Davis em "Little Foxes". Mulheres perigosíssimas, elegantérrimas e frias.
Dizer que "O Diabo veste Prada" só vale por Meryl Streep é ser muito exigente. É um filminho leve? É. Mulherzinha? Bem...
Mas a diva - com Stanley Tucci fazendo novamente uma escada perfeita - domina tanto a trama que não há como deixar de invejá-la. Ela é uma bruxa, uma chefe insuportável. Impiedosa, incapaz de sorrir. Um desdém tão grande pela humanidade em geral que é impossível ser indiferente à megera.
O filme só deveria ser exibido em cinemas de rua para evitar tentações de shopping centers victims. Quem tem algum sobrando, sai da sala escura louca para comprar uma bolsinha, um sapatinho, uma echarpezinha, uma pashmina básica. Baixa uma pomba gira perua em qualquer santa. Muita bolsa maravilhosa, muito vestido sensacional. Gente, a Meryl Streep armando um cinto em cima de um vestidinho estranhísssimo e informando como se faz uma peça ir pras lojas é o máximo. E as roupas que ela usa... O cabelo brancão, a voz comedida... Que peste! Que atriz!!!! Se for indicada como coadjuvante, ganha. Pelo menos um globinho de ouro ela pega...

4 comentários:

Sonia disse...

Não vi o filme, e acho que não vou ver. Tem coisa melhor por aí - Tempo que resta, por exemplo. Quanto a baixar em mim uma perua, duvido. Nem quando eu tinha grana para isso aconteceu.

Jôka P. disse...

Vou ver com certeza, é a minha cara... mas espero sair em DVD.
Altos modelitos e Miss Streep !
ÊBA !
Essa letrona que está usando nesses seus dois ultimos posts já melhorou zilhões o visual do blog.
Tem mais escurinha ?
Tem neguinha ?
:)
Tá chovendo canivetes em Copa.
Bjs!

Olga disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Olga disse...

Pois é, Sonia, eu estava na maior deprê e o filme melhorou horrores meu astral. O Ozon, no entanto, não me atrai ao cinema mais não.
E peruíce... acho inevitável em algum momento. Minha peruíce está numa bolsa com forro de oncinha... Pelo menos eu sei que sou perua. Escondidinho, claro!
Jôka, vale a pena ver no cinema. Embora caia bem numa sessão da tarde.